Baiano Isaquias Queiroz é ouro no Japão

Ninguém foi capaz de superar Isaquias Queiroz na Olimpíada de Tóquio. Com o tempo de 4min04s408, o baiano de Ubaitaba, no sul do estado, remou como ele mesmo prometeu, “com raiva” para a medalha de ouro da prova do C1 1000 metros da canoagem velocidade, chegando mais de um segundo à frente do segundo colocado, o chinês Hiu Lao. Serghei Tarnovschi, da Moldávia, completou o pódio.

“É diferente ganhar medalha de ouro. Estou mais feliz ainda por estar deixando vocês do Brasil felizes. Tem uma pequena frase que todos os medalhistas olímpicos, tem uma pequena música que diz: um dia eu vi uma estrela cadente e fiz um pedido, creio que foi atendido, eu era um menino brincando com os amigos e agora sou campeão olímpico”, afirmou, após a prova, ainda incrédulo. 

O canoísta chega a sua quarta medalha olímpica. Na Rio-2016, ele ficou com duas pratas e um bronze (no C1 200 metros). Dessa vez, optou por disputar apenas duas provas: o C1 1000 metros e o C2 1000 metros. Neste último, ficou em quarto lugar, ao lado do parceiro Jacky Godman.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.