Vasco bate o Botafogo por 3×0 e respira no campeonato Brasileiro

Na contramão do arquirrival Flamengo, o Vasco mostra evolução com o técnico Vanderlei Luxemburgo e já mira algo a mais no campeonato.

A reação que o time de São Januário esboçou contra o Atlético-GO aconteceu na prática neste domingo. A vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo foi inquestionável, com uma atuação convincente. Com a cara de Luxemburgo, a equipe se transformou e fez o torcedor vascaíno acreditar em uma reta final de Campeonato Brasileiro sem sustos. O time chegou a 32 pontos e saltou para 15ª colocação. Uma coisa é certa: o elenco comprou o barulho do treinador e vai fazer de tudo para que isso aconteça.

É impossível ignorar a fragilidade do adversário. Com passagem reservada para Série B, o Botafogo não dificultou a vida do Vasco. O time de Luxemburgo, no entanto, tem mérito e muito a comemorar. Da defesa ao ataque, da organização tática à entrega, do coletivo ao individual, a equipe evoluiu em todos os quesitos. Foi um Vasco completamente diferente do que se viu nos últimos meses do ano passado. A questão física, porém, ainda preocupa.

“Luxa” prometeu o Vasco com uma nova postura e entregou. Impressionaram a vontade e a correria da equipe no primeiro tempo. Foi um time mais comunicativo. Werley, Castan e Fernando Miguel não pararam de falar por um minuto, com gritos e orientação. À beira do gramado, o treinador incentivava e não deixava o ritmo cair. Foi um Vasco mais vivo e com brilho.

Mas o novo Vasco vai além da motivação. É um time mais estruturado, com a defesa bem postada e muito menos dependente de Germán Cano. O Vasco de Luxemburgo faz triangulações e usa bem as beiradas de campo. Algo que não acontecia sob o comando de Ricardo Sá Pinto

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.